A paz que excede todo entendimento

Existem momentos que são como um furacão, não é mesmo? Vem para mudar tudo. E parece que nada na vida está dando certo. Planejamos arquitetamos e corremos em busca dos nossos sonhos, dos nossos objetivos. Mas quando as coisas começam parecer não corresponder aos nossos desejos, logo vem a crise. E aí que começa a nossa saga de inconstância. Apontamos falhas externas. Tudo e todos estão errados. É difícil reconhecer nossa fraqueza. Isso acontece porque estamos acostumados a ter tudo sempre sob o nosso domínio e é estranho lidar com as circunstâncias quando elas fogem ao nosso controle.


Isso é tão forte que impede de enxergarmos adiante, não nos permitindo acesso a nenhum resquício de esperança. É como uma nuvem densa que nos faz focar apenas nas dificuldades, no lado ruim das vida. E geralmente nesses momentos de crise, a nossa cabeça fica tão ruim que não conseguimos nem ter acesso a certas lembranças que são imprescindíveis para que seja possível prosseguir na vida. Como por exemplo, lembrar os bons momentos, lembrar as boas fases da vida, e até mesmo aqueles momentos engraçados em que pagamos aquele mico. O que dizer das promessas e dos grandes bênçãos então, hum? Isso passa a anos luz dos nossos pensamentos.


É fundamental ter acesso, estar sempre conectado e fazer com que o evangelho faça parte da nossa vivência, de modo constante, natural e real, para que seu poder transformador seja efetivo e alcance eficácia. E, claro, não podemos embarcar numa prática simplesmente religiosa, vã e vazia, tampouco “egocentrista” e “barganhosa”, a procura de procura de promessas que, talvez, nem nos caiba, historicamente falando.

Das muitas garantias que o Salvador, Jesus, nos garante, a paz é sem dúvida das mais importantes, em todo tempo, e principalmente nos momentos de crise. Você ter um mar revolto ao seu redor, tudo pode estar desabando a sua volta, mas isso não te impede de ter paz. E, cultivar a paz interior juntamente com as boas lembranças, pois, indubitavelmente todos já passamos por fases que, em princípio, pareciam insuperáveis, no entanto, superamos, vencemos, e a vida seguiu, certamente, fará com que seja possível prosseguir.

0 visualização